O documentário “citizenfour” em análise sob a ótica da transparência e da proteção de dados pessoais: insights na perspectiva da administração pública brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54372/pc.2022.v17.3422

Palavras-chave:

Transparência, Proteção de Dados Pessoais, Análise fílmica

Resumo

O documentário Citizenfour, dirigido por Laura Poitras, narra a história do vazamento de dados realizado por Edward Snowden, um analista sênior da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA), fato que lhe garantia acesso a documentos confidenciais. Diante disso, realizou-se uma análise fílmica do referido documentário como forma de compreender a ótica da transparência e da proteção de dados pessoais na perspectiva da administração pública brasileira. O documentário faz referência a política de dados empreendida pelo governo dos Estados Unidos em relação aos cidadãos, ao demonstrar que existe um alto poder de vigilância sem aparato normativo legal para tal situação quando o próprio Estado
norte-americano negava que empreendesse qualquer categoria de vigilância. Em reflexão ao contexto brasileiro, ordenamentos jurídicos nesse sentido foram instituídos, sendo relevantes e, constantes, os esforços nos processos de fiscalização e controle na direção da transparência no combate à corrupção.

Biografia do Autor

Paulo Henrique Silva Pereira Junior, Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública Universidade Federal do Piauí

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Piauí - UFPI, Graduando em Ciências Contábeis - Unicsul, Pós-Graduando em Finanças Aplicadas pela PUC - Minas e Mestrando do Programa de Gestão Pública - UFPI. Atuação no Setor Publico em relação a gestão de recursos públicos, prestação de contas, accountability, transparência e controle interno. Possui interesse no estudos dos Ciclos Econômicos, História Econômica, Economia Brasileira, Gestão Pública, Gasto Público. Membro do Núcleo de Pesquisa em Gestão Pública (NUPEGEP) do PPPGP - UFPI; Membro do Grupo de Pesquisa Estado, Direito e Economia – UESPI. E-mail: paulo.jr.henrique@gmail.com

Victor da Silva Almeida, Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública Universidade Federal do Piauí

Graduado em Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos (IFPI-2013), Especialista em Gestão Pública (UESPI-2016) e Mestrando em Gestão Pública (UFPI-2022) com experiência nas áreas de Informática, Administração e Treinamento & Desenvolvimento. E-mail: victor.almeida@ifpi.edu.br

Vitória Luz Moura de Melo, Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública Universidade Federal do Piauí

Possui graduação em Direito pelo Instituto de Ciências Jurídicas e Sociais Professor Camillo Filho (2018). Especialista em Direito e Democracia pela Universidade Federal do Piauí (2019). Mestranda em Gestão Pública pela Universidade Federal do Piauí. E-mail: vitorialuzmelo@yahoo.com.br

Fabiana Pinto de Almeida Bizarria, Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública Universidade Federal do Piauí Faculdade Luciano Feijão

Doutorado em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Mestrado Acadêmico em Administração (Unifor), Especialização em Saúde Pública (UECE) e graduação em Psicologia (UFC). E-mail: fabiana.almeida.flf@gmail.com

Flávia Lorenne Sampaio Barbosa, Universidade Federal do Piauí

Doutorado (2018), em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR). Docente efetiva do Curso de graduação em Administração da UFPI, campus Amílcar Ferreira Sobral (CAFS), em Floriano-PI; docente permanente do Programa de Pós-graduação em Gestão Pública e do Programa de Pós-graduação em Administração Pública (PROFIAP). E-mail: flsbarbosa@ufpi.edu.br

Downloads

Publicado

2022-10-26

Como Citar

Henrique Silva Pereira Junior, P. ., da Silva Almeida, V. ., Luz Moura de Melo, V., Pinto de Almeida Bizarria, F., & Lorenne Sampaio Barbosa, F. . (2022). O documentário “citizenfour” em análise sob a ótica da transparência e da proteção de dados pessoais: insights na perspectiva da administração pública brasileira . Perspectivas Contemporâneas, 17(1), 1–13. https://doi.org/10.54372/pc.2022.v17.3422

Edição

Seção

Artigos Completos