PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PORTADORES DE HANSENÍASE EM UM MUNICÍPIO DA REGIÃO CENTRO - OESTE DO PARANÁ

Luciana Conci Macedo, Fernanda Francielle Lima Oliveira

Resumo


A Hanseníase é uma doença infecto-contagiosa de evolução crônica e curável, causada pelo Mycobacterium leprae, o qual possui alto poder infectante e baixo poder patogênico. Atualmente, o Brasil é o segundo país no mundo em números absoluto de casos de hanseníase. Em virtude da alta prevalência no país, o objetivo do estudo foi traçar o perfil epidemiológico dos portadores de Hanseníase no município de Iretama - Paraná. Para tanto, utilizou-se de uma pesquisa de abordagem quantitativa descritiva exploratória, no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2009. Os dados foram coletados por meio do banco de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Em relação às características sociodemográficas dos portadores de Hanseníase, houve o predomínio dos casos na área urbana (82,75%), do sexo masculino (55,18%), na faixa etária de 38 - 47 anos (24,13%) e 1º grau incompleto (55,18%). Foi observado maior registro de indivíduos multibacilares (72,41%) e na forma clínica virchowiana (51,73%). O alto coeficiente de prevalência (CP) da Hanseníase, comparado ao preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), permitiu evidenciar que o município de Iretama é uma região endêmica para a doença, tendo a forma virchowiana como a de maior incidência.

 EPIDEMIOLOGICAL PROFILE OF LEPROSY PATIENTS IN A MUNICIPALITY OF MIDWEST REGION OF PARANA.

ABSTRACT

Leprosy is an infectious but curable disease with chronic evolution. Mycobacterium leprae shows high infection but low pathogenic power. Currently, Brazil is the second country in the world in numbers of leprosy cases. Thus, this study aimed to investigate the epidemiological characteristics of leprosy patients in Iretama-Pr. A descriptive and exploratory research with quantitative approach was carried out from January 2005 to December 2009. Data were collected through the database of Information System for Notifiable Diseases (SINAN). Socio-demographic characteristics of leprosy patients showed predominance of males (55.18%) aged 28-47 (24.13%) and first grade school (55.18%) that lived in urban areas (82.75%). There was prevalence of multibacillary individuals (72.41%) and lepromatous clinical form (51.73%). The high incidence of leprosy, compared with that recommended by the World Health Organization (WHO) has highlighted that the municipality of Iretama is an endemic region for leprosy, with high incidence of lepromatous.


Palavras-chave


Hanseníase; Perfil epidemiológico; Coeficiente de prevalência.

Texto completo:

PDF


 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.