OCORRÊNCIA DE ALOPECIA EM MORCEGOS FILOSTOMÍDEOS (CHIROPTERA, PHYLLOSTOMIDAE)

Cássius Ricardo Santana, JANAINA GAZARINI, FELIPE AUGUSTO MONTEIRO

Resumo


Este estudo teve por objetivo relatar a ocorrência de alopecia em morcegos Artibeus lituratus, Artibeus planirostris e Glossophaga soricina (Pallas, 1766). Os espécimes foram capturados por meio de redes de neblina, em duas áreas urbanas de diferentes regiões do Brasil. No Ceará 3,8% A. planirostris capturados e 17,4% G. soricina apresentaram alopecia. No Paraná, a alopecia foi observada em 2,4% A. lituratus. A maioria das capturas dos indivíduos com alopecia ocorreu durante a estação chuvosa, que coincide com a época de pico reprodutivo dessas espécies de morcegos. A alopecia pode estar relacionada a oscilações hormonais causadas pela reprodução ou ao contato entre a mãe e o lactente.

OCCURRENCE OF ALOPECIA IN PHYLLOSTOMID BATS (CHIROPTERA, PHYLLOSTOMIDAE)

This study aimed to report the occurrence of alopecia in bats Artibeus lituratusArtibeus planirostris and Glossophaga soricina. The specimens were captured using mist nets in two urban areas in different regions of Brazil. In Ceará, 3.8% A. planirostris captured and 17.4% G. soricina showed alopecia. In Paraná, alopecia was observed in 2.4% A. lituratus. Most cases of individuals with alopecia occurred during the rainy season, which coincides with the reproductive peak season of these species of bats. Alopecia may be correlated to hormonal fluctuations caused by reproduction or contact between mother and infant.


Palavras-chave


Artibeus lituratus; Artibeus planirostris; Glossophaga soricina; reprodução; pelos.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.