CLAMPEAMENTO OPORTUNO DE CORDÃO UMBILICAL E SUAS REPERCUSSÕES NA CONCENTRAÇÃO DE HEMOGLOBINA NEONATAL

Gabriela Luiza Vitral

Resumo


O clampeamento oportuno do cordão umbilical ao nascer é uma das boas práticas assistenciais durante o parto que pode aumentar as chances de sobrevivência na infância. O estudo visa avaliar a influência do clampeamento de cordão umbilical nos valores de hemoglobina do primeiro eritrograma neonatal. Em um estudo observacional longitudinal retrospectivo, foram avaliados dados de 102 partos ocorridos em hospital universitário de referência. Foram coletados dados clínicos em prontuário de recém-nascidos sem malformação, entre a 25 e 41 semanas de gestação. O grupo de neonatos submetido à clampagem precoce ou tardia de cordão tiveram valores da hemoglobina comparados pelo teste-t de médias. A ocorrência de clampeamento precoce de cordão foi 48% e independente do risco gestacional (p=0,511). A análise mostrou que o valor médio da hemoglobina foi superior em neonatos que tiveram seu cordão clampado tardiamente, em relação ao precoce: 18,5±2,7 versus 16,7±2,6 g/dL, p=0,001, respectivamente. O clampeamento tardio mostrou ser vantajoso em relação ao precoce nesse grupo de neonatos. O achado pode contribuir para melhores práticas dos profissionais de saúde que assistem ao parto.

OPPORTUNE UMBILICAL CORD CLAMPING AND ITS REPERCUSSIONS IN IMMEDIATE NEONATAL HEMOGLOBIN CONCENTRATION

ABSTRACT

Opportune cord clamping at birth is one of the good care practices during childbirth that can increase the chances of survival in childhood. The study evaluates the influence of umbilical cord clamping on hemoglobin values from the first neonatal erythrocyte. In a retrospective longitudinal study, data of 102 births in a reference university hospital were evaluated. Clinical data were collected from newborns records, which were born between 25 and 41 weeks of gestation, without malformations. The group of newborns submitted to early or late clamping cord had hemoglobin values compared using t-test averages. The occurrence of early clamping of the cord was 48% and independent of gestational risk (p = 0.511). The analysis showed that the mean hemoglobin level was higher in neonates who later had their cord clamped about early clamping: 18.5 ± 2.7 vs 16.7 ± 2.6 g / dl, p = 0.001, respectively. Late clamping proved to be advantageous over early in this group of newborns. The finding may contribute to best practices of health professionals attending a birth.



Palavras-chave


cordão umbilical; tocologia; contagem de células sanguíneas; clampeamento.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.