MONITORAMENTO DA MICROBIOTA FÚNGICA ANEMÓFILA EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

Lurdeti Bastos da Silva

Resumo


Este estudo teve como objetivo monitorar a aeromicrobiota fúngica filamentosa da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um Hospital Universitário (HU) do sul do Rio Grande do Sul, Brasil. A coleta das amostras foi realizada semanalmente durante o período de um ano, utilizando a técnica de sedimentação. O estudo contabilizou 450 amostras, das quais 60% (270/450) evidenciaram isolamento de fungos filamentosos. Destas 270 amostras positivas (858 UFCs), 88% (n=237) foram identificados como hialohifomicetos (n=669 UFCs), 41,5% (n=112) como feohifomicetos (n=181 UFCs) e 2% (n=5) como zigomicetos (n=08 UFCs). Dentre as amostras positivas para hialohifomicetos, em 40% (92/237) foram isolados fungos do gênero Aspergillus (n=330 UFCs), sendo A. fumigatus isolado em 50% (46/92) do total de amostras positivas para este gênero. O estudo comprovou a presença constante de fungos potencialmente patogênicos na aeromicrobiota da UTI Geral do HU, evidenciando, nos períodos de reforma, a presença massiva do Aspergillus fumigatus.

 

MONITORING AIRBONE FUNGI IN THE INTENSIVE CARE UNIT AIRBONE FUNGI IN THE HOSPITAL UNIT

ABSTRACT

This study aimed to monitor the filamentous fungal aeromicrobiota in the Intensive Care Unit (ICU) of a University Hospital (UH) from southern Rio Grande do Sul, Brazil. Samples were collected weekly during the period of one year using the sedimentation technique. A total of 450 samples were collected in the present study and 60% of them (270/450) were positive for the filamentous fungi isolation. Of these 270 positives samples (858 CFU), 88% (n=237) were identified as hialohyphomycetes (n=669 CFU), 41,5% (n=112) as pheohyphomycetes (n=181CFU) and 2% (n=5) as zygomycetes (n=08 CFU). Among the positive samples to hialohyphomycetes, in 40% (92/237), the genus Aspergillus (n=330CFU) were isolated, being A. fumigatus isolated in 50% (46/92) of the Aspergillus positive samples. This study confirmed the constant presence of potentially pathogenic fungi in the ICU aeromicrobiota, showing the high concentration of Aspergillus fumigatus in the periods of reform.



Palavras-chave


fungos anemófilos; infecção nosocomial; doenças respiratórias; fungos filamentosos; Aspergillus.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.