EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL A MATERIAL BIOLÓGICO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA

Karla Geovana Xavier de Sousa, Marietha Stefhani Carmo Severino, Ludimila Cristina Souza Silva, Júlio César Coelho Do Nascimento

Resumo


A exposição ocupacional a material biológico é entendida como a possibilidade de contato com sangue e fluidos orgânicos no ambiente. Qualquer contato direto com material laboratorial potencialmente contaminado por micro-organismo é também considerado uma exposição e requer avaliação. A equipe de enfermagem é muito susceptível a contaminação por materiais biológicos, pois estes profissionais prestam uma assistência integral e contínua aos pacientes. O objetivo deste estudo foi identificar o perfil dos acidentes com exposição a material biológico ocorridos em Unidades de Terapia Intensiva. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Os dados foram obtidos por meio da busca em bases de dados virtuais em saúde, como BIREME, MEDLINE e SCIELO. Por meio da análise dos dados observou-se que o aumento nos índices de acidentes com material biológico em unidade de terapia intensiva está associado a falhas inerentes ao processo de trabalho, sendo relacionada com sobrecarga de trabalho, falta de adesão aos protocolos operacionais padrão, falta de compromisso com a segurança tanto do paciente quanto do profissional. Na UTI é frequente a ocorrência de acidentes com perfurocortantes, pois os profissionais de saúde cuidam e preservam a vida e a saúde dos clientes, mas descuidam, muitas vezes, da própria proteção. Diante disso é importante garantir condições estruturais que permitam a implementação de uma assistência segura, e também uma supervisão rigorosa dos serviços de saúde, pois dessa forma pode-se contribuir para a segurança do trabalhador em saúde.

OCCUPATIONAL EXPOSURE TO BIOLOGICAL MATERIAL IN INTENSIVE CARE UNIT: AN INTEGRATIVE LITERATURE REVIEW

Occupational exposure to biological material is understood as the possibility of contact with blood and other body fluids in the environment. Any direct contact with laboratory equipment potentially contaminated by microorganism is also considered a presentation and requires review. The nursing staff is very susceptible to contamination by biological materials, as these professionals provide a comprehensive and continuing care to patients. The aim of this study is to identify the accident profile involving exposure to biological material occurring in intensive care units. It is an integrative literature review. Data were obtained by searching for virtual databases on health, as BIREME, MEDLINE and SciELO. Through data analysis it was observed that the increase in rates of accidents with biological material in the intensive care unit are associated with faults inherent to the work process, and related work overload, lack of adherence to standard operating protocols, lack of commitment to the safety of the patient and the professional. ICU the occurrence of needlestick injuries is frequent as health professionals care for and preserve the life and health of customers, but often neglect their own protection. Therefore it is important to ensure structural conditions that allow the implementation of safe care, as well as strict supervision of health services, because that may contribute to worker safety in healthcare.

 


Palavras-chave


acidentes ocupacionais; enfermagem; unidade terapia intensiva; material biológico; saúde do trabalhador.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.